Em resultado da proliferação das tecnologias sociais e da utilização da Internet, no geral, foram criadas enormes coleções de dados, provenientes de diferentes fontes possíveis.


1::Botnets
1::Negação de serviço
3::Usurpação de identidade

Esta resposta é incorreta. Os botnets são redes de computadores infetados que podem ser utilizados para atividades ilegais (por exemplo, o crime cibernético) sem o conhecimento do proprietário. Embora sejam considerados uma das maiores ameaças, não estão relacionados com os grandes dados. A resposta correta de entre as apresentadas é a usurpação de identidade: o ato de roubar a identidade de uma pessoa, para que possa fazer-se passar por ela. É considerado um novo ataque, uma vez que o aumento da descoberta de informações devido aos grandes dados facilita a usurpação de identidade por atacantes mal-intencionados.

 

Para mais informações, consultar o relatório da ENISA (Agência da União Europeia para a Segurança das Redes e da Informação) sobre o panorama atual de ameaças de 2015, disponível no seguinte endereço:

https://www.enisa.europa.eu/publications/etl2015

que aborda várias novas ameaças relacionadas com os grandes dados, como a possibilidade de os atacantes realizarem uma melhor instalação de software mal-intencionado, com base em informações recolhidas de grandes de dados (consultar p. 77 a 80). 

 

Esta resposta é incorreta. Um ataque de negação de serviço é um ataque no qual um recurso numa rede (por exemplo, um sítio Web) fica indisponível para o utilizador. Embora a negação de serviço seja uma ameaça cibernética grave, não está relacionada com os grandes dados. A resposta correta de entre as apresentadas é a usurpação de identidade: o ato de roubar a identidade de uma pessoa, para que possa fazer-se passar por ela. É considerado um novo ataque, uma vez que o aumento da descoberta de informações devido aos grandes dados facilita a usurpação de identidade por atacantes mal-intencionados.

 

Para mais informações, consultar o relatório da ENISA (Agência da União Europeia para a Segurança das Redes e da Informação) sobre o panorama atual de ameaças de 2015, disponível no seguinte endereço:

https://www.enisa.europa.eu/publications/etl2015

que aborda várias novas ameaças relacionadas com os grandes dados, como a possibilidade de os atacantes realizarem uma melhor instalação de software mal-intencionado, com base em informações recolhidas de grandes de dados (consultar p. 77 a 80). 

 

Esta é a resposta correta de entre as apresentadas. A usurpação de identidade é o ato de roubar a identidade de uma pessoa, para que possa fazer-se passar por ela.  É considerado um novo ataque, uma vez que o aumento da descoberta de informações devido aos grandes dados facilita a usurpação de identidade por atacantes mal-intencionados.

 

Para mais informações, consultar o relatório da ENISA (Agência da União Europeia para a Segurança das Redes e da Informação) sobre o panorama atual de ameaças de 2015, disponível no seguinte endereço:

https://www.enisa.europa.eu/publications/etl2015

que aborda várias novas ameaças relacionadas com os grandes dados, como a possibilidade de os atacantes realizarem uma melhor instalação de software mal-intencionado, com base em informações recolhidas de grandes de dados (consultar p. 77 a 80). 

 


Esta concentração é chamada grandes dados («Big Data»), que podem ser analisados com novas técnicas para diversos fins (por exemplo, para a identificação de tendências). No entanto, os grandes dados podem igualmente abrir as portas a ciberataques e questões de privacidade.

 

Qual das seguintes opções é considerada uma ameaça crescente para a maioria dos utilizadores devido aos grandes dados?